• 28 de maio de 2018

    Coleção Neaape I – Assessorias Internacionais: Estados

    A ação internacional dos governos subnacionais tem adquirido relevância nos estudos sobre a Política Externa Brasileira. Este numero da Coleção NEAAPE destina-se a compreender se os governos dos estados brasileiros possuem algum tipo de assessoria internacional ou órgão semelhante. A partir de informações coletadas até o mês de abril de 2018, foi possível chegar a algumas conclusões preliminares. Os resultados encontrados mostram um quadro onde não há uma padronização dessas assessorias nos estados da federação, com nomenclaturas diferentes sendo utilizadas (parte 1) e informações distintas sendo disponibilizadas ao público (parte 2). No entanto, pode-se ter uma ideia da linha de atuação desses órgãos na análise das principais palavras atribuídas às suas funções (parte 3) com termos como “parcerias”, “cooperação”, “promover”, “coordenar” e “assessorar” sendo os mais utilizados.
    De modo geral, houve mais dificuldade em encontrar dados sobre as regiões Norte e Nordeste. As regiões Centro-Oeste e, sobretudo, Sul e Sudeste, apresentaram uma quantidade de informações maior e de forma mais precisa. Essas diferenças podem ser um indício da baixa internacionalização dos estados do Norte e do Nordeste e também um reflexo das disparidades de seu desenvolvimento interno em relação aos estados do Sul e do Sudeste. Dos 26 estados brasileiros, 20 informam a existência de uma assessoria internacional, sendo que os nomes designados mais comuns são “assessoria”, “secretaria” e “subsecretaria”, porém a metade dessas dependências não possuem site. A pesquisa feita nesses sites sobre dados como a data de criação, efetivo e subordinação mostra que os dois primeiros elementos são pouco informados. A respeito da subordinação, evidencia-se que existe uma multiplicidade de dependências das quais dependem as assessorias, sendo as mais comuns as casas civis ou secretarias de estado ou de governo e em outros casos os gabinetes de governo. A despeito das limitações dos dados e informações coletados, os mapas e gráficos apresentados a seguir demonstram que existe uma autonomia dos estados em determinar suas assessorias internacionais, definir sua subordinação e designar funções.

    Licença Creative Commons
    O trabalho Coleção Neaape I de Neaape está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.

  • 23 de maio de 2018

    Ana Saggioro no IESP-UERJ!

    O IESP-UERJ convida a todos para a palestra “Economia Política das Relações Sul-Sul: Um estudo comparativo dos acordos de proteção de investimentos dos BRICS na África e na América Latina”, a ser ministrada pela professora Ana Saggioro (UFRRJ) no dia 08/06/2018 as 14 horas na Rua da Matriz, 82 – Botafogo, RJ.

  • 12 de maio de 2018

    Conjuntura Latitude Sul 04/2018

    Está no ar a nova edição do Conjuntura Latitude Sul!

    O Conjuntura Latitude Sul é uma publicação mensal voltada ao acompanhamento das notícias relacionadas aos temas de pesquisa dos grupos que integram a plataforma LATITUDE SUL (GRISUL, LABMUNDO, NEAAPE, OPSA).

    Esta edição do Conjuntura Latitude Sul é referente ao mês de abril de 2018. Confira!

    Conjuntura Latitude Sul – Abril/2018

  • 7 de maio de 2018

    Boletim Neaape vol.2 n.1 (abril/2018)

    Saiu o novo número do Boletim NEAAPE!

    O Boletim NEAAPE divulga análises sobre o processo decisório de política externa de distintos países, bem como sobre temas que integram as agendas de política exterior. A publicação tem periodicidade quadrimestral e é composta por editorial e textos dirigidos a leitores interessados em ter acesso rápido a informações de qualidade sobre temas contemporâneos.

    A publicação é vinculada ao Programa de Pós-Graduação do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da UERJ (IESP/UERJ).

    [Boletim Neaape vol.2 n.1 Abril/2018]

  • 18 de abril de 2018

    Lançamento: IESP nas Eleições!

    O projeto “IESP nas Eleições” tem como objetivo oferecer uma plataforma de produção de análises e de dados sobre o pleito eleitoral de 2018. A iniciativa parte de um grupo de professores e alunos de pós-graduação do Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP), centro de excelência em ensino e pesquisa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
     
    O Neaape contará com pesquisadores no tema de Política Externa nas Eleições, em conjunto com o Labmundo Rio e o Observatório Político Sul Americano – OPSA, grupos da Plataforma Latitude Sul.
     
    Acompanhe o projeto pelo site oficial, pelo Twitter e pelo Facebook.
  • 10 de abril de 2018

    Conjuntura Latitude Sul 03/2018

    Está no ar a nova edição do Conjuntura Latitude Sul!

    O Conjuntura Latitude Sul é uma publicação mensal voltada ao acompanhamento das notícias relacionadas aos temas de pesquisa dos grupos que integram a plataforma LATITUDE SUL (GRISUL, LABMUNDO, NEAAPE, OPSA).

    Esta edição do Conjuntura Latitude Sul é referente ao mês de março de 2018. Confira!

    Conjuntura Latitude Sul – Março/2018

  • 26 de março de 2018

    Notícia: Pesquisadora do Neaape é contemplada com bolsa de pesquisa da ALACIP!

    A pesquisadora do NEAAPE e do Latitude Sul, Fernanda Nanci, foi uma das selecionadas para receber a Bolsa de Pesquisa da ALACIP (Associação Latino-Americana de Ciência Política), que tem como objetivo apoiar o trabalho de campo de estudantes de doutorado em Ciência Política, cujas teses incluem o estudo de pelo menos dois países da América Latina.

    Fernanda irá em setembro para a Universidad de Los Andes, na Colômbia, e atuará como estudante pesquisadora.

  • 6 de março de 2018

    SELEÇÃO DE BOLSISTA DE APOIO TÉCNICO

    O LATITUDE SUL recruta um bolsista de Apoio Técnico (Bolsa FAPERJ, R$ 2.100,00 mensais, por 12 meses) a fim de trabalhar na coordenação de websites, redação de informativos e boletins, desenvolvimento de resumos, montagem de bases de dados e assessoria de comunicação aos grupos de pesquisa que o integram (OPSA, NEAAPE, LABMUNDO, GRISUL).

    Os/as interessados/as devem ser mestres (com mestrado concluído) em ciências sociais, ciência política, sociologia, relações internacionais, comunicação ou áreas afins; não podem estar atualmente cursando doutorado, tampouco podem ser bolsistas de outras agências. O prazo para o envio de um currículo com dados completos (nome completo, RG, CPF, endereço, telefone e email para contato) é 10 de março. Enviar o currículo para o seguinte email: lpinheiroiesp@gmail.com. Uma entrevista será realizada com os currículos selecionados.

Pesquisar
Categorias
Arquivo