• 18 de julho de 2018

    IESP nas Eleições: Eleições no Paraguai, na Venezuela e na Colômbia e seus impactos para o Brasil

    Os pesquisadores do Neaape, Edgar Andrés Londoño Niño, Fernanda Cristina Nanci Izidro Gonçalves
    e Leonardo Albarello Weber, escreveram o texto “Eleições no Paraguai, na Venezuela e na Colômbia e seus impactos para o Brasil” para o IESP nas Eleições. O texto mostra como os resultados das eleições que aconteceram no Paraguai, na Colômbia e na Venezuela podem afetar a agenda externa brasileira. Confira no site oficial do projeto!

  • 18 de julho de 2018

    Convocatória: I Encontro do Grupo de Investigação em Relações Internacionais da ALACIP

    Está aberta a convocatória para o I Encontro do Grupo de Investigação em Relações Internacionais da ALACIP, a ser realizado nos dias 12 e 13 de novembro de 2018, no Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (IRI-USP).

    O prazo para a apresentação de propostas é 20/08/2018. Mais informações na convocatória oficial.

  • 12 de julho de 2018

    IESP nas Eleições: Narcotráfico, diplomacia e defesa no debate eleitoral brasileiro

    O pesquisador do Neaape, Leandro Wolpert dos Santos, escreveu o texto “Narcotráfico, diplomacia e defesa no debate eleitoral brasileiro: o que dizem o PT e o PSDB” para o IESP nas Eleições. O texto mostra como como PT e PSDB se valem de instrumentos da política externa para lidar com o narcotráfico. Confira no site oficial do projeto!

  • 10 de julho de 2018

    Conjuntura Latitude Sul 06/2018

    Está no ar a nova edição do Conjuntura Latitude Sul!

    O Conjuntura Latitude Sul é uma publicação mensal voltada ao acompanhamento das notícias relacionadas aos temas de pesquisa dos grupos que integram a plataforma LATITUDE SUL (GRISUL, LABMUNDO, NEAAPE, OPSA).

    Esta edição do Conjuntura Latitude Sul é referente ao mês de junho de 2018. Confira!

    Conjuntura Latitude Sul – Junho/2018

  • 22 de junho de 2018

    Evento: Diálogos do Sul – Para onde vai a integração regional?

    A coordenadora do Neaape e professora do IESP/UERJ, Leticia Pinheiro, participará do evento “Diálogos do Sul – Para onde vai a integração regional?”, organizado pelo ISAGS. O debate será no dia 28/06/2018, as 16 horas, na Avenida Rio Branco, 151, 19º andar, Centro, Rio de Janeiro. Mais informações na página do evento.

  • 13 de junho de 2018

    IESP nas Eleições: Eleições e a migração de venezuelanos ao Brasil

    Os pesquisadores do Neaape, Leonardo Albarello Weber e  Edgar Andrés Londoño Niño, escreveram o texto “Eleições e a migração de venezuelanos ao Brasil” para o IESP nas Eleições. O texto mostra como migração é um tema que atravessa a agenda externa e doméstica. Confira no site oficial do projeto!

  • 12 de junho de 2018

    Conjuntura Latitude Sul 05/2018

    Está no ar a nova edição do Conjuntura Latitude Sul!

    O Conjuntura Latitude Sul é uma publicação mensal voltada ao acompanhamento das notícias relacionadas aos temas de pesquisa dos grupos que integram a plataforma LATITUDE SUL (GRISUL, LABMUNDO, NEAAPE, OPSA).

    Esta edição do Conjuntura Latitude Sul é referente ao mês de maio de 2018. Confira!

    Conjuntura Latitude Sul – Maio/2018

  • 28 de maio de 2018

    Coleção Neaape I – Assessorias Internacionais: Estados

    A ação internacional dos governos subnacionais tem adquirido relevância nos estudos sobre a Política Externa Brasileira. Este numero da Coleção NEAAPE destina-se a compreender se os governos dos estados brasileiros possuem algum tipo de assessoria internacional ou órgão semelhante. A partir de informações coletadas até o mês de abril de 2018, foi possível chegar a algumas conclusões preliminares. Os resultados encontrados mostram um quadro onde não há uma padronização dessas assessorias nos estados da federação, com nomenclaturas diferentes sendo utilizadas (parte 1) e informações distintas sendo disponibilizadas ao público (parte 2). No entanto, pode-se ter uma ideia da linha de atuação desses órgãos na análise das principais palavras atribuídas às suas funções (parte 3) com termos como “parcerias”, “cooperação”, “promover”, “coordenar” e “assessorar” sendo os mais utilizados.
    De modo geral, houve mais dificuldade em encontrar dados sobre as regiões Norte e Nordeste. As regiões Centro-Oeste e, sobretudo, Sul e Sudeste, apresentaram uma quantidade de informações maior e de forma mais precisa. Essas diferenças podem ser um indício da baixa internacionalização dos estados do Norte e do Nordeste e também um reflexo das disparidades de seu desenvolvimento interno em relação aos estados do Sul e do Sudeste. Dos 26 estados brasileiros, 20 informam a existência de uma assessoria internacional, sendo que os nomes designados mais comuns são “assessoria”, “secretaria” e “subsecretaria”, porém a metade dessas dependências não possuem site. A pesquisa feita nesses sites sobre dados como a data de criação, efetivo e subordinação mostra que os dois primeiros elementos são pouco informados. A respeito da subordinação, evidencia-se que existe uma multiplicidade de dependências das quais dependem as assessorias, sendo as mais comuns as casas civis ou secretarias de estado ou de governo e em outros casos os gabinetes de governo. A despeito das limitações dos dados e informações coletados, os mapas e gráficos apresentados a seguir demonstram que existe uma autonomia dos estados em determinar suas assessorias internacionais, definir sua subordinação e designar funções.

    Licença Creative Commons
    O trabalho Coleção Neaape I de Neaape está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.

Pesquisar
Categorias
Arquivo